segunda-feira, 31 de julho de 2017

O Espiritual e o Material

Assim como é o Físico é o Espiritual.
Muitos acreditam conseguir levar uma “vida espiritual” separadamente de sua “vida física”, porém  tamanho é o equivoco pois ambas são a mesma, ambas são a VIDA, logo aprendemos a aprender, há que se saber levar o espiritual e o físico em equilíbrio, ambos os mundos devem estar em harmonia.


Quando em mundos mais sensíveis conseguimos perceber muito da origem de nossos problemas físicos, unindo essas percepções ao nosso coração temos acesso ao que fazer, é assim que se encontra as respostas, é assim que aprendemos e seguimos em frente. Da mesma maneira ocorre o inverso. Se nos colocamos em um estado de atenção em nosso dia a dia conseguimos ter percepções que saltam aos olhos, tudo que ocorre em nosso dia está intimamente ligado ao nosso espiritual, em todas as situações, das mais simples e suaves as mais complexas e também nas mais duras há muito que se aprender sobre espiritualidade.


A Ideia de que o espiritual e o físico são distintos é por demais religiosa, e não há porque confundir religiosidade com espiritualidade. A Espiritualidade precede a existência, sempre existiu e sempre existirá, não depende da vontade dos Homens e Mulheres. A Religiosidade é precedida da existência, esta é criação e depende exclusivamente de Homens e Mulheres para a sua manutenção.

A religiosidade é como uma veste, podemos trocá-la quando e quantas vezes acharmos necessário para a "satisfação pessoal", podemos nos esforçar para ser, mas em realidade através dela nunca seremos. 

A Espiritualidade nos liga a nossa essência, ao  nosso Ser, nos faz entender nossa origem, não trocamos nem mudamos, apenas SOMOS.


Mais informações sobre o funcionamento do Instituto União dos Templários em:

segunda-feira, 17 de julho de 2017

As Plantas de Sabedoria

Em toda a história da Humanidade podemos observar o uso de plantas para a cura de diversos males, desde febres e simples dores estomacais até preparados que vão muito além de curas aos problemas físicos. Há registros de diversas culturas utilizando de bebidas, preparadas a partir de plantas, para rituais espirituais.

Hoje essas bebidas recebem a denominação de Enteógenas (En=dentro/interno;   Theos=Deus /Divindade;   Genos=Gerador), pois possuem substancias potencializadoras das capacidades de percepção, ou seja, substancia que quando utilizadas de maneira correta e responsável nos colocam em um elevado estado de consciência, possibilitando a cada pessoa a aproximação com sua Divindade Interior, o Ser.

Atualmente a mais conhecida e disseminada entre pessoas que buscam das Plantas de Sabedoria para o auxilio na espiritualidade é a Ayahuasca, uma bebida de natureza xamânica, nativa da região amazônica. A Ayahuasca é concebida a partir de duas plantas, de um cipó denominado Jagube (Banisteriópsis caapi),e das folhas do arbusto da popularmente conhecida Chacrona (Psychotria viridis). 

Responsável pelo relaxamento, Jagube nos ensina como sair das tensões, colocando o corpo físico no estado natural e permitindo assim que a energia flua de maneira livre e contínua. Já a Chacrona tem como função nos ensinar a concentração, colocando a mente em repouso nos ensina a afastar os pensamentos e viver o instante. Com o corpo físico relaxado, a mente silenciada e no momento, aprendemos a enxergar, ouvir, sentir e agir guiados apenas pelo coração, neste estão todas as respostas de que precisamos, respostas as quais a mente é incapaz de compreender, pois o coração é a ligação com nosso intimo, é através dele que podemos compreender nosso Ser.

Esta é a Espiritualidade, é o encontro que cada ser humano deverá ter com seu íntimo, com o que é Real, com tudo aquilo que vai além do que podemos enxergar com os olhos, do que se pode mensurar com  a mente. A Real Espiritualidade está para todos, independe de cor ou credo, classes sociais ou intelectos, não distingue idade nem impõe culpa, não está em livro e vai muito além do que estas poucas palavras. A Real Espiritualidade está no coração de cada um, basta apenas voltar atenção para dentro e ouvir o que nosso coração tanto tem a nos ensinar.


Mais informações sobre o funcionamento do Instituto União dos Templários em:
www.institutouniaodostemplarios.org

sexta-feira, 7 de julho de 2017

O Fogo Sagrado

Dos quatro elementos da natureza, o FOGO possui uma característica notável e única a ele, este é o elemento incapaz da inércia. Sendo assim, muitos povos de conhecimento usaram do fogo como símbolo da
ENERGIA SEXUAL.



Um casal, um Homem e uma Mulher, em seu ato sexual amoroso tem a oportunidade de trabalhar suas energias, masculina e feminina. Cabe à Mulher, através da Erótica, acender o fogo sexual do Homem, a este por sua vez cabe conduzir a pratica sexual, como em uma Valsa, onde o Cavalheiro conduz a Dama. O fogo dará o movimento e a respiração dará ritmo à energia sexual,  e esta ascende das gônadas, segue pela medula até iluminar todo o cérebro, se espalha pelo sistema nervoso revigorando e regenerando todo o corpo físico. O orgasmo fisiológico, nada mais é que a inabilidade de trabalhar com a energia. Simples é o entendimento de que da força sexual nasce uma nova vida, então ao se jogar fora a força sexual esvazia-se de Vida. Assim, afastar o orgasmo é se aproximar de si mesmo, é um ato de respeito por nós, pela Alma Gêmea, pela vida e pelo Amor.




Esta é a Sexualidade Edenica, do respeito pela sexualidade um povo conquista sua força, seu conhecimento e suas glórias.

Mais informações sobre o funcionamento do Instituto União dos Templários em:
www.institutouniaodostemplarios.org